Você no controle da sua saúde pélvica

Fortaleça a musculatura do seu assoalho pélvico de maneira prática e rápida, independente da sua idade.

epino-3d

Você no controle da sua saúde pélvica em todos os momentos da sua vida

Descubra como o EPI-NO pode ajudar você.

Gestação
Gestação
Prepare-se para um dos momentos mais importantes da sua vida.
Quer Saber Mais?
Com o EPI-NO você fortalece a musculatura do seu assoalho pélvico, aumentando suas chances de ter um parto mais tranquilo, sem episiotomia e uma melhor recuperação.
Controle da Urina
Controle da Urina
Sinta a liberdade de ter o controle urinário.
Quer Saber Mais?
Com o EPI-NO você já pode começar a ver resultados no combate à incontinência urinária em poucas semanas, independente da sua idade.
Vida Sexual
Vida Sexual
Sinta o poder de ser a protagonista da sua vida sexual.
Quer Saber Mais?
Com o EPI-NO você fortalece a musculatura do assoalho pélvico, que auxilia no tratamento das disfunções sexuais, podendo promover o aumento do desejo e podendo melhorar a excitação.

*Todas as informações são retiradas de estudos científicos. Clique aqui para acessá-los.

Dados Preocupantes

Insatisfação Sexual

78% das mulheres relatam ter alguma insatisfação sexual.

Dor no Parto

Durante o parto normal, 71% das gestantes precisam de analgésicos para suportar a dor.

Episiotomia

53,5% das gestantes que têm parto normal no Brasil são submetidas à episiotomia

Incontinência Urinária

Incontinência Urinária

Mais de 10 milhões de mulheres sofrem de incontinência urinária no Brasil.

*Todas as informações são retiradas de estudos científicos. Clique aqui para acessá-los.

Você sabe da importância de fortalecer seu assoalho pélvico?

O fortalecimento do assoalho pélvico é considerado padrão ouro com nível de evidência A para o tratamento da incontinência urinária.

O treinamento aumenta em 5 vezes as chances de ter um parto sem dano ao períneo.

Um assoalho pélvico fortalecido frequentemente promove o aumento do desejo sexual e aumenta as chances da mulher atingir o orgasmo.

*Todas as informações são retiradas de estudos científicos. Clique aqui para acessá-los.

Veja o que as pessoas que conhecem o EPI-NO têm a dizer

  • O João é o meu segundo filho, e pude notar a diferença no conforto que foi para ele nascer após utilizar o Epi-no. Em meu primeiro parto não usei o Epi-no porque não o conhecia ainda. Adorei e continuo usando para recuperar e fortalecer a musculatura do assoalho pélvico.

    Ana Maria Mamãe do João Pedro
  • O parto foi normal. Fiquei com bolsa rota por dois dias e precisei ser internada para induzir. Não utilizei analgesia, escolhi a posição de cócoras e não tive laceração.

    Ludimila fonoaudióloga, 29 ano
  • Meu nome é Kathy e eu sou parteira em Ontário. Ouvi falar do Epi-no através de uma cliente e pensei: "que produto incrível"! Eu usei o Epi-no na preparação para os meus dois partos. Não só tive uma ótima recuperação, como também não precisei de pontos. Isso permitiu que eu me concentrasse em cuidar do meu bebê e não do meu corpo. Fiquei surpresa com o quanto me senti preparada para o parto. Não só fisicamente, mas mentalmente também. Eu amo o fato de que este produto também pode ser usado no pós-parto, por muitos anos, para fortalecer o assoalho pélvico. Eu recomendo o Epi-no para quem gostaria de aumentar sua chance de ter um parto vaginal, reduzir sua chance de laceração e fortalecer seu períneo.

    Kathy Parteira em Ontário
  • Eu precisei utilizar o EPI-NO Libra para fortalecer o assoalho pélvico para prevenir a sístole e problemas na região uterina a alguns meses. Eu o uso diariamente e estou adorando os resultados.

    Giovanna Herrera
  • O EPI-NO é um aparelho fantástico. Sua facilidade de uso e a rapidez com que os resultados aparecem são realmente algo único.

    Marcela Fernandez Fisioterapeuta Obstetra
  • Sou Dra. Débora Guedes, fisioterapeuta pélvica, e atuo exclusivamente na área de saúde da mulher. Há quatro anos comprei o epi-no para utilizá-lo nos treinamentos de preparação de períneo para o parto. Porém iniciei o uso também como biofeedback perineal e tive muito sucesso! Não largo meu Epi-no por nada! Ele é mega amigo do períneo.

    Dra. Débora Guedes Silva
  • A aplicabilidade do produto proporciona satisfação ao paciente e ao profissional que acompanha o sucesso do tratamento. Eu recomendo.

    Ftª Camila Marzano Fisioterapeuta
  • Apesar de ter apenas 32 anos, eu tinha muitos problemas com a incontinência urinária, eu não saia de casa por nada, porque morria de vergonha de não conseguir controlar minha urina. Até em casa era um problema, porque eu tinha que dormir em camas separadas do meu marido. Imagina que situação chata! Mas aí finalmente tomei coragem de ir em uma fisioterapeuta pélvica. Ela me indicou o EPI-NO e me passou uns exercícios bem rapidinhos pra fazer com ele. Eu fazia todos os dias, adorava ver minha evolução, e antes mesmo da segunda consulta eu já conseguia sentir total diferença no controle da minha urina. Hoje, mesmo já tendo me livrado da incontinência, continuo usando o EPI-NO quase todos os dias. Ele é incrível!

    Renata
  • Eu uso o Epi-No com altíssima frequência. O uso dele para gestantes já é bem divulgado, porém, uso muito no tratamento de incontinência urinária. A paciente tem uma resposta visual do esforço que ela está fazendo. Acho que é um equipamento que todo o fisioterapeuta da área de uroginecologia e obstetrícia deveria ter!

    Anny Batistela Fisioterapeuta
  • Eu já conhecia o Epi-no, mas não sabia que ele poderia tornar o nascimento da Ana tão tranquilo. Foi tudo ótimo e minha recuperação está sendo muito tranquila também.

    Juliana Venturi Mamãe da Ana Clara

EPI-NO na mídia

É fundamental que o dispositivo EPI-NO seja utilizado sob acompanhamento de um médico ou fisioterapeuta, uma vez que, devido à musculatura da região perineal ser mais sensível, os exercícios realizados devem seguir protocolo clínico de acordo com a necessidade de cada paciente. Assim você garante que terá seus resultados desejados de uma maneira ainda mais rápida e segura!

Quer receber informações e dicas sobre como ter um assoalho pélvico saudável?